Voltar à lista

Alexandre Mota Pinto

Sócio desde 2010 ––– Lisboa
Membro n.º 4188C da Ordem dos Advogados de Portugal
Principais áreas de prática
  • Contencioso

  • Direito penal económico e investigações internas

  • Insolvência e situações de crise

Línguas
  • espanhol

  • inglês

  • francês

  • alemão

  • italiano

MOT

Apresentação

Alexandre Mota Pinto tornou-se sócio da Uría Menéndez-Proença de Carvalho, em 2010, quando a Proença de Carvalho-Sociedade de Advogados — um dos mais prestigiados escritórios portugueses — se uniu à Uría Menéndez.

É advogado desde 1996, tendo exercido a sua atividade, no escritório Proença de Carvalho, nos anos de 1996 a 2000 e de 2005 a 2010, em diversas áreas, entre as quais se destacam o Contencioso Civil e Comercial, a assessoria jurídica a empresas (Direito Comercial, Societário e Financeiro) e o Direito Penal Económico, tendo-se tornado sócio da Proença de Carvalho-Sociedade de Advogados, em 2009.

É, desde o ano de 1999, o responsável pelo departamento jurídico do Grupo Empresarial Renova, com empresas em Portugal, Espanha, França e Benelux.

Continuar a ler

Formação académica

  • Licenciado em Direito, Universidade de Coimbra, 1995
  • Mestre em Direito das Empresas, Universidade de Coimbra, 2002
  • Doutor em Direito, Instituto Universitário Europeu de Florença, 2007
Formação académica

Associações profissionais

  • Ordem dos Advogados (Portugal)

Atividade docente

É, desde 1997, assistente da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, onde tem assumido a responsabilidade por aulas práticas e teóricas de Direito das Empresas (Direito do Trabalho e Direito Comercial).

Tem lecionado, com regularidade, em cursos de pós-graduação, nas áreas de Direito Europeu das Sociedades, Direito do Trabalho, Direito da Saúde e Direito do Desporto.

Participa com regularidade em diversas conferências e seminários sobre temas jurídicos.

Informação adicional

Em 2002, obteve o grau de Mestre em Ciências Jurídico-Empresariais pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, com uma dissertação intitulada Do contrato de suprimento. O financiamento da sociedade entre capital próprio e capital alheio, sendo-lhe atribuída a classificação de “Muito Bom”, 18 valores.

Em 2007, obteve o grau de Doutor em Direito pelo Instituto Universitário Europeu de Florença, com uma tese intitulada The europeanization of legal capital. Searching for new ways of protecting creditors in limited liability companies.

Últimas publicações